sexta-feira, 28 de maio de 2010

VERONEZI, OS DISCOS DE VINIL DA GUAÍBA E MINHA AGUARDADA VOLTA AOS GRAMADOS

A queda de Fossati foi confirmada. Caiu mais por seus méritos do que por seus defeitos: ele conhece a limitação do seu time, de seus zagueiros veteranos, que precisam de proteção extra, de seus atacantes medianos. Tudo o que os colorados de um modo geral não aceitam.

Os colorados preferem acreditar, como o Juremir, que ele é o 'técnico mais burro' que passou pelo Beira-Rio.

Posso estar enganado - eu também me engano, é incrível, mas é verdade -, mas acho que muito menos do que em dez anos (conforme frase do Fossati) ele será entendido pela torcida colorada de todas as instâncias.

Resta saber quem virá.

Continuo apostando minhas fichas no Abel.

Não descarto o Felipão, que está sem clube.

Quanto vale um título da Libertadores, igualando o Grêmio, com a possibilidade de um segundo título mundial?

Quanto vale? Cinco milhões de reais? Quem paga 2 milhões de reais para rescindir com um técnico do porte de Fossati, tem bala na agulha. E/ou falta de responsabilidade mesmo.

VERONEZI E O ACERVO DE VINIS DA GUAÍBA

Fui ao velório do Fernando Veronezi. Muita gente. Percebi até alguns guaibeiros, gente que cresceu ouvindo a 'música da Guaíba' e que hoje lamenta a mudança radical na emissora que um dia foi referência no rádio brasileiro.

Nos últimos anos (ou décadas) a 'música da Guaíba' estava na FM. A música das grandes orquestras, garimpadas num valioso acervo de vinil. Discos raros. Alguns passados para CD.

Lá por novembro do ano passado falei com o Veronezi pela última vez. A Guaíba FM recém havia alterado sua programação, passando a competir a Antena 1. Quer dizer, a emissora perdia sua identidade e seu nicho de mercado. Com isso, milhares de ouvintes. Entre eles, eu e muita gente que conheço.

Veronezi fora removido (é a palavra adequada no caso) para uma pequena sala no primeiro andar do prédio da Caldas Júnior. Estava indignado.

Relatou que recebia dezenas de telefonemas de ouvintes reclamando da mudança. Esboçou um sorriso maroto quando disse que atendia e transferia a ligação.

- Vou transferir para a pessoa responsável pela alteração -, dizia, digitando o ramal da diretora Valéria.

Depois, fechou o rosto de novo. Disse que havia sido convidado pela diretora da rádio a fazer a programação da 'nova Guaíba' e que se negou, alegando que não entendia nada da música que seria transmitida, e também que a rádio nem tinha disco suficiente para a programação pretendida e que ele detestava.

Perguntei pelo acervo de vinis, uma coleção de 50 anos, valor inestimável. Quase caí de costas com o que ouvi.

- Eles encaixotaram todos os discos. Queriam queimar lá nos fornos da (metalúrgica) Gerdau. Eu briguei e não deixei. Agora estão todos ali ao lado (apontou para uma sala mais ao fundo, onde vi dezenas de caixas empilhadas junto de outras coisas).

Lembrei na hora do precioso acervo de vinis da Rádio da Universidade, também fundada em 1957, e que transferi (quando diretor da emissora uns oito anos atrás) para uma sala, criando uma espécie de museu para visitação e consulta, já que a programação era praticamente toda em CD. É claro que muitos continuaram - e continuam, acredito -sendo usados porque não existiam no formato CD.

Minha sugestão é que a direção da empresa faça algo parecido. Em respeito à tradição e à cultura. A queima, se realmente foi cogitada conforme relato do Veronezi, transmitido também a outras pessoas e não tenho por que duvidar, seria um crime.

Por essa atitude, de defender o acervo de vinil, o Veronezi me lembrou a dona Francisca, que cuidou durante décadas da coleção de jornais da Caldas Júnior, e que recentemente nos deixou. Dois heróis.

Eles merecem ser reverenciados pela sociedade gaúcha.

SENSACIONAL, IMPERDIVEL

Neste sábado, atendendo a milhares de apelos, volto ao futebol.

ONDE? quadras da HD nos Eucaliptos

QUANDO? às 15 horas, deste sábado

QUEM? Craques e pernas de pau do Correio do Povo

INGRESSO: alimento não perecível e cerveja gelada para confraternização

ATENÇÃO - CHEGUEM NA HORA PORQUE TALVEZ EU NÃO RESISTA A MAIS DO QUE DEZ MINUTOS (não jogo há mais de três anos).

QUEM VI, VIU; QUEM NÃO VIU, NÃO VERá MAIS.

16 comentários:

  1. Ilgo, Fossati é fraco. Muito fraco até. Em 5 meses não conseguiu montar um time, nem definir um esquema tático. Apaixonou-se por Alecsandro, indicou Bruno Silva (péssimo jogador) e Pato, que não sei se sempre foi assim, mas atualmente está muito mal. Ontem, quando ele tirou o Walter e deixou o inútil, inofensivo Alecsandro pela enésima vez, eu larguei. Walter ao menos estava dando trabalho aos zagueiros. Nem vi a virada do Vasco. Apenas soube pelo meu filho depois.
    Voces dizem que o Inter não é tudo isso. Mas este mesmo grupo só não foi campeão brasileiro em 2009 porque Corinthians e Grêmio entregaram pro Flamengo. E porque faltou um centro-avante, é claro. Se o Inter tivesse um centro-avante mediano seria campeão, mesmo com as entregadas das duas últimas rodadas.
    Achei muito bom quando o uruguaio chegou no inicio do ano. Experiente e conhecedor do futebol sul americano. Mas aos poucos fomos descobrindo que o grande jogador dele na LDU era a altitude.
    Chegamos a semi da LA aos trancos e barrancos e era evidente que não passaríamos pelo SP. Agora as chances aumentaram, com qualquer que seja o treinador. Se chegar o camisa 9 então...
    Dia destes eu escrevi que havia um espécime muito raro de treinador às beiras do Guaíba. Que migram do Uruguai para o Brasil no verão e antes do final do outono retornam ao seus habitat natural. Se foi o imigrante...

    ResponderExcluir
  2. Provavelmente Ilgo seja pela passagem do Dener Augusto de Sousa pelo Grêmio em 93 onde conquistou seu primeiro título. Campeão Gaucho 93. Os pais devem ser gremista e ser gremista de berço já é meio caminho para ser bom jogador. BaGé ja deu um bom lateral como Cláudio Ibraim Vaz Leal. Branco.
    Claro que BAGEENSE É COM G. Só não contaram para o Microsoft Office 2010. A reconfiguração da tela em 1024 x 758 também está me prejudicando nas revisão. Passou.
    Se os vermelhos contratarem o Cuca vão montar um baita elenco. Não sei se em campo o time vai vencer. A base será muito bem garimpada. Aliás, eles falam muito em Rubens Minelli mas quem montou a equipe eles não lembram.

    ResponderExcluir
  3. Estava lendo no abola.pt; Jorge Jesus descarta Victor
    Por Redacção

    O guarda-redes brasileiro Victor tem sido apontado como alvo do Benfica, mas Jorge Jesus, apesar de reconhecer qualidade ao habitual titular do Grémio Porto Alegre, descarta por completo a sua contratação.

    «O Victor é bom guarda-redes, está entre os quatro ou cinco melhores do Brasil. Mas neste momento não será opção para o Benfica», afirmou o técnico do Benfica, em declarações prestadas à Antena 1.

    Certo, porém, tal como o próprio Jesus já referiu no passado, é que o Benfica vai avançar para a contratação de um guarda-redes.
    19:00 - 28-05-2010
    ---
    BENFICA: Quim e Moreira recebem proposta para renovar
    Os dois guarda-redes do Benfica em final de contrato, Quim e Moreira, vão receber propostas de renovação, apurou A BOLA. A SAD do Benfica está decidida a manter a estratégia de tentar segurar os jogadores e vai formalizar convites, para que prolonguem a ligação.
    03:00 - 29-05-2010
    Resumindo: fecharam as portas e Victor dançou no sonho europeu.
    Preferiram manter os que tem ao risco de contratar um goleiro em mau momento...
    Quem valia 15 milhões de Euros para Duda agora não vende por 2.

    ResponderExcluir
  4. Os juniores na Taça BH conseguiram vencer e dependem da próxima partida para a continuidade.
    Recomendo aos gremistas ver os gols e a defesa do Tiago.http://www.gremio.net/news/view.aspx?id=10749&language=0&news_type_id=1

    ResponderExcluir
  5. Não faça isso, Ilgo. Resolvi jogar ontem e me quebrei todo. O corpo não acompanha mais a mente.
    E fossati caiu. É uma pena. Profissionais de outros países sempre trazem elementos bons a nossa cultura. Semi finalista da libertadores, time montado, vá entender a sua queda.

    ResponderExcluir
  6. Gremistas e colorados sempre são mais críticos em relação aos treinadores dos seus proprios clubes. vale para torcedor e para jornalista, que no fundo tabém é torcedor.

    por isso, gremistas de modo geral não entendem tanta critica ao fossati, e o mesmo dos colorados em relação ao silas.

    Rafael, sobre jogar, grato pela dica, mas vou encarar.
    fiquei mais de tres anos sem essa cachaça.
    tenho que passar por isso.
    nem que sejam poucos minutos.
    depois vou gol, onde também vou bem.
    aliás, jogo em todas como os melhores pernas de pau.

    ResponderExcluir
  7. Sem esse papo de que foi o Dino Sani que "montou" o grande Iter dos anos 1970.
    Foi a direção quem montou o time, quando viu que tinha uma meia-cancha fabulosa, toda vinda da base praticamente e faltava goleiro e cenotravante matador. Contrataram Manguita Fenômeno (que aliás, em sua estréia tomou um gol do Zanata, da meia-cancha, num chutinho mais fraquinho qaquele do Ernanes, domingo passado, mas goleiro vencedor é assim, quando precisa ele cresce), e Flávio Minuano, depois Dario, e ainda, de quebra, melhoraram a zaga que já era excelente, trazendo Marinho Peres.
    P.S. Chico Cremona, tu não ocnsegue fingir (embora tenhas seguido minha dica de ter tambe´m um personagem Colorado, mas tu não consegue falar com paixão do Inter, pois claro, és gremista, Huá, Huá, Huá).

    ResponderExcluir
  8. Ah, eh hj que eu vendo a placa tia,placa madrasta, placa família, eh hj, basta o Mengão cravar 3 pontos na tabela e eu vendo um monte , HUÁ HUÁ HUÁ

    ResponderExcluir
  9. Talvez boa parte do pessoal que frequenta o Boteco se lembre. O dono, com certeza. Houve uma época que quando a gente queria “dar um tiro” ia até a Av. Sto Antonio. Lá ficavam algumas casas da luz vermelha. Neste tempo as coisas não eram tão fáceis como hoje, então volta e meia as festas eram por lá. Eu e dois amigos íamos com freqüência e aconteceu algo comum nestas situações; comecei a ficar seguidamente com a mesma guria e ela acabou se envolvendo. Com isso, passei a ter alguns privilégios, como não pagar, por exemplo.
    Mas de repente a guria sumiu. Uma amiga inseparável dela me disse que ela decidiu ir embora. Achei estranho. Desaparecer de repente sem ter comentado nada comigo. Fiquei meses sem saber dela. A amiga sempre dizendo que não a via também. Até que soube da verdade: havia ficado grávida e decidiu largar a vida e viver com a mãe para criar o filho. E também havia confidenciado que tinha quase certeza que o filho era meu.
    Alguns anos depois, encontrei a amiga dela trabalhando numa lotérica na Venâncio Aires. Paguei um jantar a ela no Copacabana (ao lado da lotérica) e comentei a vontade que eu tinha de rever a tal guria e conhecer o menino que talvez fosse meu filho.
    Ela aconselhou que eu não fizesse isso, principalmente porque o menino tinha problemas mentais. Certa vez ele ganhou uma bola de um cliente da mãe dele e ao invés de dormir com a bola, como qualquer menino normal, dormia com um esquilinho de pelúcia da irmã dele. Desde então, passou a ser chamado de Zé Esquilo.
    A última notícia que eu tive é de que a mãe foi embora com um caminhoneiro, a irmã seguiu a carreira da mãe e caiu na prostituição e o tal Zé Esquilo é criado pela avó e continua com problemas mentais e tornou-se um viado, sempre agarrado a um esquilinho de pelúcia. Do pai dele nunca se teve notícia e nem se terá...

    ResponderExcluir
  10. Alguém sabe em qual hospital o Ilgo está? Depois de uma pelada é só onde poderemos encontrar o ATLETA. Brincadeira. Como foi a partida Ilgo.

    ResponderExcluir
  11. Estava vendo os melhores momentos e na minha visão Victor falhou no cruzamento e no gol. O Vágner Love mesmo aparentando estar gordinho tirou 30 corpos de vantagem sobre Ozéia e Rodrigo em 50 metros. Era uma Red Bull passando por uma HRT.

    ResponderExcluir
  12. Chico Pernalonga29 de maio de 2010 23:34

    bah chico cremona, parece a estoria dos teus personagens, espero q esse Zé Esquilo não seja daquele CAGÕES q qualquer coisinha pensam em suícidio, esses sim DEVEM ENVERGINAHR A MAE DELES, Ô BABACA

    ResponderExcluir
  13. Briga feia no boteco.
    Cremonese foi chamado de gremista pelo zé esquilo, ofensa grave, 9 pontos na escala richter.
    E deu uma resposta antológica, pesada, mas é pra entrar nos anais (sem duplo sentido) do boteco.
    acho que vou colar na parede.
    Cremona, o zé esquilo não faz por mal, ele realmente pensa que tu és outra pessoa, um gremista, o Chico lá do CP.

    Francisco, joguei uns 30 e poucos minutos.
    cansei bastante, mas sem maiores problemas. a hérnia não incomodou nem o bobo.

    já não tenho a mesma vitalidade, óbvio, mas ainda mantenho parte da técnica admirável que tive no passado.

    jogar futebol é algo que me deixa feliz, tão feliz que sou capaz de esquecer o Lula, a Dilma, etc.

    Ah, vi o jogo do Grêmio. Os dois times com desfalques, resultado justo. Jonas e Love perderam gols feitos.

    Agora, o que tem de gente com lesão muscular no Grêmio de Paulo Paixão...

    ResponderExcluir
  14. Ah, esqueci de dizer, eu me lembro da rua santo antonio...

    ResponderExcluir
  15. O cremona fala na mãe dos outros, mas certamente pensando na dele.

    ResponderExcluir