terça-feira, 3 de agosto de 2010

Combate ao 'anti-cristo'

O ex-presidente Paulo Odone teve contra si alguns dos principais expoentes do clube na eleição que alçou o filho do patrono Fernando Kroeff à presidência.

As maiores forças do Grêmio (Koff, Dourado,Silveira Martins, Obino, etc) se uniram para impedir que Odone continuasse no poder com seu candidato, Antonio Vicente Martins.

Salvo engano, a então oposição teve dificuldade para encontrar um candidato de peso. Teve de insistir com Duda Kroeff para que ele aceitasse.

Tudo para afastar Odone do comando do clube e da Grêmio Empreendimentos.

Foi um esforço gigantesco, que levou o sr Fábio Koff a entrar em campo como há muito não se via. Ele arregaçou as mangas, calçou as chuteiras. Enfim, foi ao pátio do Olímpico angariar votos para a oposição, chegando a prometer – há entrevistas gravadas – que estaria ao lado de Duda, inclusive no vestiário, se fosse necessário.

Tudo para impedir a continuidade de Odone e seu grupo.

Não entro no mérito da questão. Existe muita fofoca, muita intriga. É difícil discernir a verdade da mentira, da maledicência.

O fato é que ninguém aparece para fazer uma acusação explícita, sem subterfúgios ou insinuações.

Domingo, após o Gre-Nal, o sr Meira disse que seu antecessor, Paulo Pelaipe, não é uma pessoa ‘séria’. E ficou nisso. Por que ele não foi mais claro?

Então, fica assim: um adjetivo aqui, outro ali, deixando transparecer que problemas muito graves ocorreram na gestão passada.

Contra os boatos, existe a aprovação das contas pelo Conselho Deliberativo. Ou estou enganado?

Por outro lado, o ex-dirigente Eduardo Antonini divulgou dados alarmantes sobre a situação financeira do clube: folha de pagamento na ordem de R$ 4 milhões ou perto disso; déficit mensal na casa de R$ 1 milhão, e resultados pífios em campo.

Para Meira, são manifestações oportunistas, que não engrandecem o clube.

O trabalho de Meira no futebol e de Duda na administração engrandece o clube?

Em meio ao bate-boca, que promete baixar de nível nas próximas semanas, a exemplo do que vai ocorrer nas eleições para presidente e governador, temos a equipe ainda indefinida, instável, no oitavo mês do ano.

É difícil que as questões políticas não acabem agravando a situação do time.

Não é exagero, nem pessimismo, projetar que do jeito que a coisa vai o Grêmio irá fracassar na Sul-Americana, onde a direção concentra suas atenções agora pensando na vaga à Copa Libertadores, e também no Brasileiro, com o risco de cair mais uma vez para a segundona.

No final, a maior vítima do combate ao ‘anti-cristo’, da guerra de vaidades, na luta desmedida pelo poder e da lamentável ruptura interna do clube, quem sofre as conseqüências é a instituição Grêmio com toda a sua imensa torcida.

E vocês sabem quem está se divertindo com esse quadro pincelado com as cores da incompetência, omissão e da leniência...

19 comentários:

  1. A verdade é que ninguém é santo nesta história. Eu reclamei e muito da gestação ODONE com a contratação do escorpião Rotho e as Pelaipadas. Só não esperava que a Kroeff fosse ser pior. Muitas vezes reclamamos do político A e do B que querem mandatos consecutivos e não largam o osso. Segundo Meira se vangloriando ele está orbitando no Grêmio há 28 anos. Convenhamos que 28 anos seja ocupar a moita em demasia e PRINCIPALMENTE sem INTERESSE é muito AMOR...

    ResponderExcluir
  2. Tenho reparado que nunca mais o Grêmio contratou jogador do interior do estado para o elenco principal. A exceção foi um zagueiro do Pelotas e está nos juniores. Qual será o motivo? Estava lendo que o Paraná está contratando o volante Serginho Catarinense, Sérgio Roberto de Braga Filho, 25 anos, é natural de Joinville. Estava atuando pela Chapecoense, na Série C do Campeonato Brasileiro. O meia Fernando Gabriel poderá iniciar um período de avaliações no Paraná, nos próximos dias. “Trata-se de um jogador jovem, uma aposta. Então, vamos observá-lo antes de definir um contrato”, disse Guto. O Paraná, nesses moldes, já testou e aprovou o ala Paulo Henrique e o meia Júnior.
    No Grêmio pelo visto quem ganha menos de 50.000,00 não pode ser contratado.
    Joilson bumerangue. Gostei.

    ResponderExcluir
  3. Francisco, não tem anjo nessa história, mas fica claro que há um trabalho de demonização do Odone, se existe fundamento nisso, não sei.
    A impressão que tentam passar é que se Odone pegar o clube de novo a casa vai cair.
    Ele está fora há um ano e meio. E como é que está a casa?
    Alguém ousa dizer que a gestão atual é boa?
    Em meio disso tudo, como é que fica a Arena?
    Olha, a situação é grave.

    ResponderExcluir
  4. A situação é grave. O problema do Gremio é que quem devia assumir não quer assumir, mas tb não quer que o outro lado assuma. É a clássica 'não caga nem desocupa a moita'!

    ResponderExcluir
  5. Acredito Ilgo que após a demonização do Odone o medo é que o mesmo dê o troco e mostre o que foi feito pela gestão Duda/Meira. Tem gente como o Cacalo que de gremista passou a radialista e vive alardeando ser levantador de taça, mas evita falar do LEGADO (dividas duplicadas e infindáveis ações trabalhistas para quem se diz advogado) assim como Lulla que apóia Collor que apóia Dilma e que agora quer distancia das FARC e do Medina.
    É muita gente tirando o seu da seta. A diferença é que com pouco Odone fez muito se comparado a esta gestação que só usa o marketing, mas que de fato pouco fez.
    Não conheço os candidatos, mas no meu entender Antônio Vicente Martins seria sangue novo e o Grêmio necessita. Um que não fará falta é o Pelaipe.
    O Eduardo Antonini tem posto o dedo nas feridas e mostrado a péssima gestão financeira que vinha sendo tão alardeada pelo marketing do Duda e ja estourou todas as previsões com as contratações malucas do Meira.
    Tem de acabar com os “assuntos internos” e mostrar a incompetencia e malversação de falsos gremistas. Ja estão na moita a tempo e é hora de desocupar o Irany Sant’Anna Jr., Raul Régis de Freitas Lima e César Pacheco dentre outros.

    ResponderExcluir
  6. Apostas na volta da dupla Odone e Pelaipe no fim do ano, Ilgo?

    E o Krieger é outro que tá sumido. Mas valeu a herança que ele nos deixou.

    ResponderExcluir
  7. Futebol é assim, e a culpa é "nossa" também.
    Fernando Carvalho é o CARA pro Inter. E nem poderia ser diferente, com ele o Inter voltou a vencer e venceu até o que não haia conseguido antes.
    Mas e se ele perde aquela partida pro Paysandú?
    Lógicamente estaria para sempre "BANDIDO", assim como os gremsitas BANIRAM Rafael Bandeira dos Santos.
    Rafael Bandeira foi um multi-vencedor no Grêmio. Além de Campeão Brasileiro de 81, contra um São Paulo superior e milionário, foi chamado às pressas para evitar o vexame da segundona REGIONAL, em 89. Conseguiu, contra o Glória, em Vacaria. E, de quebra, faturou a 1ªCopa do Brasil. Em 90, montou o Grêmio Show. Só foi parado nas semi, do brasileirão, não pelo São Paulo, mas pela arbitragem criminosa que o Farah comandava como queria.
    Aí você pega Koff e Carvalho. Dois Campeões do Mundo. Fosse pelo Barcelona, Milan, Real Madrid, teriam de continuar mostrando serviço e não SERIAM DONOS DO DO CLUBE.
    mas aqui, na ALDEIA, são donos de nossos clubes. Se adonaram.
    Mas pergunto? Se fossem p segundona, NÃO SERIAM EXECRADOS?
    Pois é, a gente sabe que sim. E lá, na Europa, não necessariamente uma mau ano acaba com a vida de um dirigente.
    Então, também (nós, torcedores) temos culpa nisso tudo, ou VENERAMOS (como se fosse um favor quando eles nos trazem títulos) ou EXECRAMOS, sem PERDÃO, quando vão mal.

    ResponderExcluir
  8. Eu levo fé no Odone por um simples motivo, ele como líder do governo Yeda, deve ter sido grampeado, a vida vasculhada e td situação financeira investigada pela PF do sr Tarso Genro e o pau-mandado Gasparetto. Se algo houvesse contra ele teria virado manchete na zero hora.

    ResponderExcluir
  9. já quando é alguém ligado ao PT que é flagrado pela PF, aí a PF não é do Tarso Genro, hehehehehe

    ResponderExcluir
  10. A PF nao pegou ninguem no mensalao, nunca pega ninguem do PT. O MP pediu pra investigar o direotrio do PT por supeitas de desvio de quase 1 bilhao do orçamento e a PF nao o fez por "problemas tecnicos". Lembra?

    ResponderExcluir
  11. TRICOLOR SEMPRE......3 de agosto de 2010 21:39

    SINCERAMENTE NÃO INTERESSA QUEM VAI COMANDAR O GREMIO NO ANO QUE O QUE IMPORTA É NÃO DEIXAR O TIME CAIR DE NOVO ESSE ANO. ACHO ERRADA A ESCOLHA DA DIREÇÃO DE COLOCAR O TIME TITULAR NA TAL SULAMERICANA, QUE VALE A VAGA PARA A LIBERTADORES SIM, MAS E SE O TIME FOR REBAIXADO? SERIA ALGO QUE SOMENTE O MEIRA E SUA TURMA PODERIAM EXERCER, TIME NA SERIE B E NA LIBERTADORES AO MESMO TEMPO. POR ISSO QUE EU DIGO TEMOS QUE TROCAR DE TREINADOR, E CONTRATAR 1 ZAGUEIRO, 1 VOLANTE MARCADOR(PQ ADILSON, MAGRAO, FERDINANDO POR FAVOR ABRAM OS OLHOS ESSES VOLANTES SÃO FRACOS E NÃO SERVEM PARA O TRICOLOR), E 1 ATACANTE PQ QDO O JONAS OU O BORGES NÃO JOGAM, FALTA O RESERVA.
    ENTÃO MINHA GENTE NÃO ADIANTA VER QUEM VAI SER O NOVO PRESIDENTE DO GREMIO NO ANO QUE VEM E DEIXAR O TIME CAIR, AINDA DA TEMPO DE SE RECUPERAR NA TABELA.
    ESPERO TODOS NO OLIMPICO DOMINGO EM UM JOGO DIFICIL CONTRA O FLU DO MURICY, DEPOIS DO JOGO VAIEM MAS DURANTE É SÓ APOIO.

    ResponderExcluir
  12. Menslão TUCANO MINEIRO, tu falas? HAHAHAH

    ResponderExcluir
  13. A política do Grêmio é complexa. Tem um blog onde ela é muito discutida. Quem tiver interesse, é o http://sempreimortal.wordpress.com/
    Quanto ao que foi comentado pelo Ilgo e demais acima, algumas considerações pessoais:

    1) Odone entende de futebol e tem carisma. Mas não podemos esquecer que o presidente de um clube depende do sucesso do seu comandante de vestiário. Dois dos dirigentes do futebol da gestão Odone - Renato Moreira e Krieger - hoje fazem oposição ao Odone. Aliás, o segundo fazia oposição quando o Pelaipe saiu abaixo de crítica e nenhum aliado do Odone se dispôs a assumir a bronca (dpto de futebol).

    2) Coelho, sobre o Vicente Martins ser sangue novo, por favor, meu amigo, não tenhamos memória curta. Vicente Martins foi o vice de futebol do Guerrero no início do contrato ISL, quando o Grêmio teve a maior receita da sua história para investir em futebol e torramos uns R$40 milhões (mais do que o Inter levou com o Alexandre Pato e o Nilmar) com três ex-jogadores prestes a receber passe-livre. Pode até vir a fazer uma boa gestão, mas de sangue novo não tem nada.

    3) A gestão financeira parece que tem feito o possível para segurar o desatinos do dpto de futebol.

    4) Quando o futebol vai mal, quem é da oposição é a solução e tudo o que diz (critica), diz (critica) com autoridade. É a situação do time que perde e a solução era o jogador do banco ou que estava lesionado. Antonini anda botando o dedo na ferida, mas entrou no Grêmio pelas mãos do Obino, e da gestão Obino participou, pulando pro outro lado quando o barco afundou. Recentemente, andou dizendo umas inverdades sobre reuniões do CD do clube. Lamentável. Assim é que conhecemos o caráter das pessoas.

    Apenas opinião, ninguém é obrigado a concordar.

    Espero que as coisas comecem a melhor na quinta, especialmente perto da meia-noite.

    Saudações

    ResponderExcluir
  14. O tal blog http://sempreimortal.wordpress.com citado pelo cara aí de cima é CONTRA O ODONE.

    ResponderExcluir
  15. Então se é contra o Odone (o que não é verdade), não vale.
    Só vale se for a favor.

    ResponderExcluir
  16. Guillaume; vice até a morte ou impeachment do titular é zero a esquerda. Mas não vamos discutir. Realmente não lembrei. Na verdade só fui em duas oportunidades quando guri ao Grêmio em dia de reunião com meu padrinho que era conselheiro e nem me lembro direito. Estava mais preocupado em olhar as coisas e pegar uniforme. Só ia a Porto Alegre para visitar parentes e mais nada. Não gostava de sair do Alegrete. Hoje não gosto de fazer parte nem de condomínio, pois sou muito estourado.

    ResponderExcluir
  17. Eu não acredito em movimento ou grupos. Quando fiz parte da SBCPA - Sociedade Brasileira de Cães Pastores Alemães vi os caras se matando e após 20 anos continuam de briga. Em canário é a mesma coisa. Sai fora de tudo.

    ResponderExcluir
  18. Gosto de assistir bons jogos e de bons jogadores. Prefiro atualmente acompanhar a base e clubes do interior vendo quem pode estourar e vir a ser destaque em clube grande. Esta ladainha dos profissionais me torra a paciência. Prefiro jogadores eficientes e tranqüilos como o Cadu. Veja o Anderson que joga bastante, mas vive se metendo em encrenca. Agora quase morreu em Portugal. Prefiro quem jogue para o time e seja gremista como o Pessalli e outros.

    ResponderExcluir
  19. Falando em gremista o Bruno Collaço vem firme e jogando bem na Ponte que venceu por 2 a 0 ao Santo André.

    ResponderExcluir