terça-feira, 8 de março de 2011

Eu, um sobrevivente

Eu sou um privilegiado. Nasci no dia consagrado à mulher.

Talvez por isso me dê tão bem com elas; e elas comigo...

Como dizia um velho colunista social carioca: sorry, periferia.

Os cães ladram e a caravana passa, dizia ele também, o Ibrahim Sued.

Sou um privilegiado também por ser gremista. Poderia ser colorado. Não seria de todo ruim, mas não gosto de ficar imitando os outros.

Além disso, teria de suportar 23 anos de gozação gremista pelo título mundial de 1983, o primeiro de um clube gaúcho.

Acima de tudo sou um privilegiado pelos três filhos maravilhosos que tenho. É o meu maior e talvez meu único legado. Bem, tem a 1983, a Mazembier e a Kidiaba, que vem aí toda serelepe, saltando de bundinha.

Sou também um sobrevivente. Sobrevivi a oito anos do (des) governo Lula. Sobrevivi ao Collor, ao FHC, ao Sarney, aos ditadores.

Estou preparado, curtido, posso sobreviver também a Dilma.

Sobrevivi ao axé, ao pagode, ao sertanejo.

Sobrevivi à falência da velha Caldas Júnior. Caí e me ergui.

Sobrevivi ao título mundial do Inter, que me desnorteou tanto que saí da redação do Correio do Povo naquele dia cantando o hino colorado.

Há anos sobrevivo aos comentários do Zé Esquilo, ao Roth, ao Ricardo Teixeira, à Fifa.

Sobrevivi a um princípio de afogamento no rio Taquari, ainda criança. Submergi e fui salvo por uma fada, um anjo, talvez uma sereia.

Sobrevivi agora depois de percorrer 1.100 km no feriadão. As estradas estão cada vez mais perigosas. Já não adianta muito ser cauteloso, porque sempre pode aparecer um caminhão tombando na nossa frente.

Andei na BR 282, em SC, a poucos quilômetros do acidente que vitimou 27 pessoas da colônia de uma cidade gaúcha.

Vou sobrevivendo assim, vivendo um dia após o outro, sem pressa. O tempo faz a gente ser mais paciente, mais tolerante (nem tanto), mais compreensivo.

Agora, está começando a ficar difícil entender essa insistência do Renato com a dupla André Lima e Borges. O André já está chiando. E com razão. Ele joga fora de posição depois de amargar algumas temporadas de baixa. Ao lado Jonas, ele ressurgiu. Ao lado do Borges, ele pode ir para o banco de reservas. Nessa, estou ao lado do André.

Vou sobreviver também a isso. Só não sei por quanto tempo o Grêmio vai sobreviver na Libertadores se Renato não tomar providências e ajustar esse time.

7 comentários:

  1. Ilgo!

    Parabéns pelo aniversário, um pouco atrasado, mas o que vale é a lembrança!

    Renato está inventando, como sempre, mas por enquanto vai dando certo, mas como tu disse, resta esperar para ver até onde vai tanta sorte!

    Não gosto de insistência, ou melhor, da persistência com algum jogador ou esquema de jogo sem jogadores adequados. Digo isso, porque o Carlos Alberto não desempenha nenhuma função no Grêmio hoje, uma porque não sabe marcar, duas porque tendo obrigação de marcar, acaba por não atacar, o que é o seu ponto forte.

    Carlos Alberto é segundo atacante, não terceiro homem do meio, e sacrificar o time para colocar CA em campo é pura inventação de moda.

    Hoje teremos o primeiro teste da temporada, pois o Caxias teve um grande crescimento neste primeiro turno.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela data passada. Eu sou ruim de anotar estes dados e sempre esqueço aniversários importantes. Algumas de casamentos anteriores principalmente quero apagar. Kkkk
    O engraçado é que não há a mesma insistência com Mithyuê, Maylson, Leandro, Pessalli e Magro só para citar alguns de uma extensa lista.

    ResponderExcluir
  3. Huá, Huá, Huá, tá sempre lembrando datas, alturas EXTAS de jogadores q fisputaram jogos sub-20 em 197 e picos e NÃO TEM BOA MEMÓRIA? Huá, Huá, Huá, o sempre arigó Chico Iziidro. Óbvio q felicitastes o Ilgo pessoalmente/telefone e tal.Como Izidro. Bobinoh esse menino heh

    ResponderExcluir
  4. Valeu Deni e Francisco, que não é o Izidro.

    ResponderExcluir
  5. Parabéns, Ilgo. Felicidades e muitos anos de boteco. Estou esperando pela Kidiaba. Quem sabe até um refresco Kabangu.
    Sabe, eu até tinha raiva do esquilo, mas pensando bem ele deve ser aquele cara da turma que faz os outros rirem.

    ResponderExcluir
  6. Ilgo, me tire uma dúvida se puderes... hoje o Grêmio disputa um título, tudo bem.. primeiro turno do Gauchão, mas, tu lembra a ultima vez que o Tricolor decidiu um titulo em quarta-feira ?? Lembro do quanto era bom ver o Grêmio jogar nas quartas, aqueles jogos da Copa do Brasil e os titulos então... como era bom. Mas não lembro a ultima vez... será que isso é um presagio??? Um abraço e parabéns atrazado!!

    ResponderExcluir
  7. RICARDO DE CRUZEIRO9 de março de 2011 20:35

    Deixas mais um grande legado,pelo qual atesto há mais 45 anos,sempre fostes um Amigo de verdade,tanto nas boas como nas piores horas.Com certeza teus filhos tem do que se orgulhar.Que bom que sobrevivam os da tua espécie.Mas...no Taquari entraste com àgua até o joelho somente uma vez e ao entrares em pânico a Bea te levou para fora .Foi lá no Forqueta,cuidado sempre tem uma testemunha que também sobreviveu e viu tudo.

    ResponderExcluir