sexta-feira, 11 de março de 2011

Márcio Chagas precisa explicar por que acertou

Que tempos estranhos esses! Quando guri, ouvi meu pai repetir que honestidade era obrigação, nunca um atributo a ser elogiado.

Hoje, o sujeito honesto pode ser alvo de chacota, dependendo da circunstância.

Vejam o caso do juiz Márcio Chagas. Ele tem sido procurado para explicar por que fez cumprir a lei do jogo em Grêmio x Caxias.

Até os quero-queros do Olímpico perceberam que o Caxias jogou desde o início preocupado em fazer tempo. O juiz, por óbvio, também percebeu que uma das estratégias do Caxias era mesmo fazer cera.

Então, o que fez o Márcio? Ficou em cima, atento, para não fazer papel de trouxa. E alertou sempre que estava marcando cada ação fraudulenta.

O que devemos lamentar é que o normal é o juiz favorecer o infrator nesse tipo de jogada que afronta a lei do jogo e o espírito esportivo, bem, isso nem existe mais faz tempo.

Márcio explicou que já agiu dessa maneira em outras ocasiões, dando até 10 minutos de acréscimo.

Não duvido que seus chefes na arbitragem o critiquem, não duvido.

A lamentar apenas que Márcio se preocupou em preservar o espetáculo, segundo ele admitiu, ao não expulsar o goleiro caxiense por fazer cera.

Aliás, outra coisa que os juizes fazem: não punem os goleiros que não deixam o jogo correr com o claro objetivo de levar vantagem.

Márcio constatou a infração do goleiro e não o puniu para 'preservar o espetáculo'.

Que espetáculo? Futebol é antes de qualquer coisa um esporte no qual estão em jogo muitos interesses, o mais insignificante deles é a qualidade a ser apresentada.

Futebol não é uma peça de teatro, um ballet, um show de rock, é um negócio que envolve muito dinheiro, e ganha mais quem sai do 'palco' vitorioso.

Então, Márcio errou ao não expulsar o goleiro, que, segundo ele mesmo, deveria ter sido expulso.

Logo no começo do jogo me pareceu ter ocorrido um pênalti a favor do Caxias. Será que ele viu e não marcou para 'preservar o espetáculo'? Afinal, um pênalti logo no começo desequilibra e prejudica de certa forma o tal espetáculo.

Em compensação, o juiz estendeu o tempo do 'espetáculo'. E aí é alvo de críticas.

Tempos estranhos...

15 comentários:

  1. É impressionante...

    Há alguns anos atrás, acho que foi o SIMON, não deu o tempo de intervalo da prorrogação, e terminou o jogo do INTER antes dos 30min. E o que é pior, o inter foi campeão em cima do 15 de campo bom.
    O inter pode tudo e não gerou essa polemica toda.
    Essas cobranças do Márcio Chagas vem do lado colorado só pode.
    O que importa é que a taça é nossa.

    ResponderExcluir
  2. Acho que é muita energia gasta por quem, no início do campeonato, imaginava que ganharia com meia dúzia de jogadores fracos. Melhor faria quem reclama, é ter se habilitado a disputar a final dentro do campo. Falar, falar, falar...é só começar. O que temos de concreto é o seguinte: Taça Farroupilha no Monumental.

    ResponderExcluir
  3. barbaridade, fico impressionado com essa tua 'honestidade", heheeh
    P.S. E o árbitor então é relamente muito valente, tanto que os 10 minutos q ele deu foram TAMBÉM QUANDO O TIME DA CASA PRECISAVA EMPATAR, só q levou gol no contraataque.
    A mehlor e´o Gaciba dizendo q foi justo.
    É, ano passado, na decisão, no 1X0 em que precisávamos do segundo gol, COMC ERTEZA foram dados todos os acréscmos.HONESTIDADE? Q CARA DE PAU. Honetsidade seria FAZER ISSO EM TODAS AS APRTIDAS, Mas a´iseria FUTSAL, Basquete, em futebol só se faz iSSO QUANDO É PRA PROTEGER OS GRANDES.
    EM RJ e SP contran nós, aqui, no gauchão, A NOSSO FAVOR.
    Esse árbitro PODRE provavelmente faria o mesmo a favor do inter e contra o tiem do interior. Mas ai, APOSTO tua honestidade ia se virar contra o árbitro.

    ResponderExcluir
  4. Salvo melhor juízo, na decisão do ano de 2010 não foram reclamados descontos na partida final. O que fez a diferença foi o saldo de gols, visto que o Imortal Tricolor, campeão daquele ano e já campeão do primeiro turno de 2011, fez 2 x 0 na partida de ida no já então estádio " A copa é Nossa" . Reclamação com fundamento deve ser levada em consideração. O resto tem apenas o objetivo de tumultuar. Imortal, Campeão do Primeiro Turno/2011. O resto é ficção.

    ResponderExcluir
  5. Pois meu caro Ilgo, mas a "isenta" imprensa gaudéria se calava quando um certo árbitro fazia lambanças uma atrás da outras....terminar uma prorrogação com 27 min, não ver uma bola do meio do campo ser atrasada para o goleiro. Esse árbitro ai graças a Deus já era!

    Ilgo, tem como divulgar uma notícia aqui no teu blog?
    Em função desse feriadão de carnaval as PRESTAÇÕES QUE VENCERAM DIA 08/03 PODEM SER PAGAS SEM JURO NO DIA 14/03. QUEM PEDE ESSE FAVOR É A CVC (È QUE VENDERAM PACOTES PARA UM BANDO DE CALOTEIROS PARA EXCURSÃO ATÉ ABU NÃO DABHI) FAZ ESSE FAVOR AI A CVC AGRADECE...TEM AINDA MAIS 44 PARCELAS A SEREM QUITADAS!!!!!

    HAHAHAHAAHAHHAHAAHHA

    ResponderExcluir
  6. Incrível, o esquilo quer condenar o árbitro por acertar, usando como justificativa os constantes erros de outros árbitros!

    ResponderExcluir
  7. O que mais me chamou a atenção foi a isenta zero hora e suas perguntas pra lá de imparciais ao árbitro márcio chagas:
    ZH – O Caxias reclama dos oito minutos de acréscimo. Era mesmo caso para tanto?
    ZH – Se o jogo fosse em Caxias, o tempo de acréscimo seria o mesmo?
    ZH – Foi o jogo mais polêmico de sua carreira?
    ZH – Conseguiu dormir bem após a partida?

    ResponderExcluir
  8. todas as perguntas de ZH foram "BOLA QUICANDO" p eel responder, só idota e mal-intencionado não vê.
    Taça Farroupilha?? Nem sabe o que comemoram.
    E nem sabem a História do Rio Grande, pelo jeito.
    Engraçado, o SIMON não ter dado meio meio minuto significa que o adversário FARIA O GOL? HAHAHA
    D qualquer maneira, quem vive a chorar "erros" são vcs gremistas, sempre, sempre vcs.
    Por isso eh até bom q vcs comemorem ROUBAR de um time do interior.
    FIQUE COM A HONESTIDADE Q TENS E EU FICO COM A MINHA.
    E a MINHA DIZ: SE FOSSE O INTER, é provável q teriam ROUBADO DA MESMA FORMA, PQ ERA CONTRA TIME DO INTERIOR.
    O mesmo que fazem contra nós, mineiros, paranaenses, etc... a favor dos "grandes" de RJ/SP.
    Só q não bato palmas, pq bater palmas quando é a favor e GRITAR E BERRAR quando a parmalat "bate a nossa porta' é coisa de quem é tão honesto quanto a YEDA CURISIUS.
    PS. Ela e o canalha que entrou no Beira-Rio pra entregar o que não é dele, como queria fazer com o Banrisul.
    P.S. 2 TAÇA FARROUPILHA? HAHAAH, o mesmo arigó SE ENTREGA: Fez essa manchete no site do CPOVO e volta a se entregar, é um coitado q sonha em trabalhar na RBS, HAHAHAHAHAH

    ResponderExcluir
  9. Está explicada a confusão mental e os valores duvidosos...Produtivo seria a discussão séria e apartidária sobre FUTEBOL, que é o objeto de nosso artista cervejeiro imortal. Acredito que a simples menção do nome de certo árbitro gaúcho prepotente, incompetente, mal-intencionado e arrogante já desmerece o espaço dos debates. Quanto ao Sr. Marcio Chagas, após um início com altos e baixos na carreira, parece que está achando um caminho produtivo, apesar de ter deixado muito a desejar na parte disciplinar no jogo da conquista da Taça Farroupilha.

    ResponderExcluir
  10. OAS+trabalho escravo (há quem apoie)12 de março de 2011 13:08

    caminho produtivo = FAVORECER OS rebaixados 92/2005

    ResponderExcluir
  11. "BOLA QUICANDO"? Acho que quem vê conspiração em tudo é tu mesmo, esquilo. Outra coisa, não me julgue pelos teus valores duvidosos. Quem comemorou roubar do 15 de campo bom foste tu. E não foi meio minuto, foram 3. Eu não ví erro do chagas no acréscimo concedido. Se achasse que ele errou, aí seria outra conversa.
    Mas também, o que esperar de alguém que fez campanha pelo lulla, pelo tarso, paim & cia?
    Só pra fechar, o que tu tens a dizer sobre a MENTIRA do PIBÃO do lulla?

    ResponderExcluir
  12. Não pude assistir à partida, pois fui numa festa do aniversário de Recife e cheguei tarde. Li alguns comentários e assisti aos piores momentos. Claro que um time que vem de goleada como o Cruzeiro mostra melhor conjunto, mas a dita “qualidade” do grupo gremista não aconteceu. Individualmente sim, mas em conjunto cada um tinha uma partitura diferente. Salvou-se pelo que comentam o alegretense Matheus e confirmou que o Grêmio está bem servido de goleiros. Agora vamos lamber as feridas, até que cicatrizem.

    ResponderExcluir
  13. Não há como trabalhar com um grande número de atletas sem se perder. O MICO vermelho descobriu e acabou com a equipe B tirando o sofá da sala. No Grêmio a B deveria efetuar constantes partidas treino pelo interior ganhando conjunto como faturando para cobrir seus custos e levando a equipe aos gremistas que não podem ir até a capital. Treino é treino e jogo é jogo.

    ResponderExcluir
  14. Segundo li o Mário estava com febre e dor de garganta. Como colocam em campo um jogador assim tendo bons zagueiros? Pessalli e Mithyuê viraram bancários.

    ResponderExcluir
  15. o choro é livre e a taça é nossa.

    ResponderExcluir