domingo, 11 de abril de 2010

Todo mundo feliz. Será mesmo?

Depois de das duas surpresas da rodada passada, quando o Ypiranga eliminou o Caxias em pleno Centenário e o Pelotas afundou o Grêmio em dúvidas existenciais, tudo ocorreu conforme a inconstante lógica do futebol.

No sábado, vitória do Inter sobre o time de Erechim, que se esforçou mas acabou caindo no Beira-Rio. Walter, provando que tinha razão em seu protesto para ser titular, marcou os dois gols que colocam o time na decisão do segundo turno.

Neste domingo, num embate parelho, empate por 1 a 1 e depois vitória do bom time armado pelo competente Beto Almeida.

Ali pelos 25 minutos do segundo tempo, o jogo começou a ficar desigual. O Pelotas teve dois jogadores expulsos, corretamente, e tratou de segurar a vantagem de 1 a 0. O Zequinha empatou em seguida através do goleador do campeonato, Jéferson.

O técnico Argel teve uns 20 minutos para conseguir um gol. Penso que lhe faltou experiência para armar o time de maneira a superar a muralha armada por Beto. Com dois jogadores a mais, o Zequinha teria de chegar com mais intensidade e perigo na área rival, não conseguiu. O Zequinha foi afobado, abusou de chutões e balões para a área.

O meia Guilherme foi o único com lucidez, mas não teve parceria na armação de jogadas.

Nos pênaltis, o Zequinha perdeu dois, um deles com paradinha burra, cobrança do zagueiro Vágner, ele fez que chutou, parou, e chutou no lugar para onde o goleiro caía, genial. Zagueiro tem que dar chutão e acabou.

No meu tempo, no futsal, eu dava um bicão e sempre fazia.

O Pelotas que cometeu o crime de toda a sua história ao vencer o Grêmio, invicto e tudo mais, terá agora de repetir a dose.

Admiro o trabalho do Beto Almeida e acho que o time do Pelotas é bom (perdeu seu melhor atacante, expulso), mas o Inter está com a mão na taça Fábio Koff (o dirigente pode passar por dois constrangimentos em poucos dias, perdeu a presidência do clube dos 13 e entregar o troféu para o Inter).

Com isso, teremos Gre-Nal na final do Gauchão, que é como sempre deveria ser.

Bom para as torcidas, para a FGF, para os patrocinadores, para os clubes protagonistas e melhor ainda para a RBSTV.

Enfim, todo mundo feliz.

Se bem que pelos lados do Olímpico os doutos Duda Kroeff e Onofre Meira devem estar com suas barbichas de molho.

SAIDEIRA

Até quando vai durar essa história de hinos antes de todos os jogos? Não se constrói patriotismo empurrando hino goela abaixo.

FECHANDO A CONTA

Vi um pouco do Paulistão sábado. Alguns lances do Ricardo Bueno. Ele marcou um belo gol de cabeça. Ganhou impulsão praticamente no mesmo lugar, e cabeceou para a rede, bem ao estilo de Jardel. Não sabia que ele é bom também no cabeceio.

3 comentários:

  1. Buenas, com o pc estragado, fica difícil participar. Não tenho duvidas de que o inter será campeão da Taça Fábio Koff.
    Continuo não acreditando no trabalho do Silas. Dizem por SC que a panelinha era um de seus problemas. Dentro da panela, havia um Ferdinando.
    Essa do hino pode ter efeito contrário. Chega a ser ridículo.
    Mauricio indo embora? vai tarde. Mostrou que joga pouco.
    Esperando a copa do br, sem muita esperança.

    ResponderExcluir
  2. Viajante Rodoviário12 de abril de 2010 13:01

    Ilgo, tô aqui em Bruxelas, cara, como tem belgas por aqui (hehe).
    Tô fazendo hora pra ir à opera. Aproveito p assistir a séria A6 do paulistão (hehe), eu viajo p todo mundo, mas as duas coisas q mais faço é acessar teu blog e assistir séria A6 do paulistão, hehehehehe

    ResponderExcluir
  3. Pode ligar para 0xx 81 91033827 que te dou uma passagem aérea da TAM. Tenho muita milhagem acumulada. Por horários e rotas tenho usado a Azul e Gol não consumindo as milhas.
    A Bola.pt
    Victor agradece a Luisão
    Por Fernando Urbano
    Guarda-redes diz que o central referenciou-o ao Benfica Sobre o interesse encarnado: «Não é de hoje». Negócio pode ser feito por quatro milhões Adeptos pedem-lhe para ficar.
    Victor tem um aliado de peso para o seu ingresso na Luz. «Acho que o Luisão andou falando qualquer coisa por lá», disse ontem o guarda-redes do Grémio, em resposta a uma conversa franca no blogue brasileiro Bola Dividida, não escondendo o bom humor quando confrontado pelo jornalista acerca da possibilidade de rumar à Luz.
    «O interesse do Benfica não é de hoje, eu sei. A Europa é um caminho», acrescentou o guarda-redes de 27 anos, transmitindo assim o seu desejo: o objectivo é jogar no Velho Continente, só não sabe ainda onde - Chelsea, Werder Bremen, Fiorentina, Lazio e Bari (ajuda ter passaporte comunitário, como é o seu caso) pretendem-no, tal como os encarnados.
    Apesar de o seu passe estar avaliado em 5,5 milhões de euros, a SAD poderá conseguir resgatá-lo por um valor substancialmente inferior - a rondar os quatro milhões de euros, montante que estará a ser analisado pelos responsáveis encarnados com muita atenção, numa lógica preço/qualidade e eventual antecipação ao mercado: Victor deverá ser chamado por Carlos Dunga para o Campeonato do Mundo e ver assim disparar a sua cotação, até porque o guardião do Grémio de Porto Alegre poderá discutir com Doni (suplente da AS Roma do também brasileiro Júlio Sérgio) a condição de segundo guardião da selecção brasileira - o número um pertence a Júlio César do Inter de Milão.
    operação «fica Victor».
    03:00 - 11-04-2010

    ResponderExcluir